O SIGNIFICADO DO MOKAN.



O uso do MOKAN dentro do Candomblé:

Muitas pessoas me questionam se a finalidade do Mokan é sair puxando e conduzindo o Iyawo e qual a sua finalidade.
E já vi muitas cenas grotescas em que irmãos do próprio ilê asé, cargos entre outros fazerem uso errado do Mokan.
Então, permitam-me esclarecer estas dúvidas aos quais me chegam a todo o momento:

Mokan é um cordão feito de palha da costa trançado, cujo fechos são como duas vassourinhas de palha, onde se tem enfeites com contas do respectivo Orisá do neófito e por muitas vezes constituem também búzios.
É um colar que é dado no dia da iniciação do neófito que ele carregará ao seu pescoço junto com os deloguns (fios) e o seu cumprimento vai até o umbigo deste, seguindo os fios de conta.
Seu uso se dará até a sua obrigação de sete anos que após este tempo irá permanecer em seu ibá (assentamento consagrado ao seu Orisá).
Na hierarquia de um Ilê Asé, todos somos reconhecidos pelos nossos fios de conta e tempo, tempo de iniciação e cargos; não obstante os iyawos são reconhecidos pelo uso do seu Mokan, onde este carrega o poder da Ancestralidade e da Hierarquia.
Enquanto fizer uso deste, estará submetido ao aprendizado, a hierarquia e apresentado aos costumes e deveres de um neófito até o complemento dos seus sete anos.
Sendo assim, é um erro enorme puxar o Iyawo pelo seu Mokan. Este exige respeito tal qual os fios de contas que estes carregam e principalmente ao Orisá que este tem.
Deve-se sempre conduzir o neófito com cuidado pela sua roupa com a máxima delicadeza , pois este é um bebê e não um cachorro que utilizamos a corrente para guiá-los.
Espero que tenha esclarecido aos questionamentos que me foram feitos.
Se por acaso, algum irmão quiser contribuir e aqui ajudar na explicação agradeço por demais a colaboração e ajuda.

ASÉ!


Nenhum comentário: