OGUNTÉ TRAI OGUN COM OBALUAYÊ.


Ogun era casado com Iya Akadumé Ogunasomí, também chamada de Ogunté.

Ogun era lavrador e ferreiro e Ogunté com o passar dos anos ficou entediada com a monotonia da vida marital e também cansada da intolerância e ignorância seu marido, começou a ser infiel.

Ogunté era amante de um homem de vida desordenada chamado Obaluayê.
Ogunté esperava Ogun sair para o trabalho diário, então se arrumava usando sua melhores vestes azuis e então ia apressadamente para o casa de Obaluayê.

Mas acontece que um dos cães fiéis de Ogun começou a farejar algo estranho nas roupas De Ogunté. 

No dia seguinte, o cão identificou o cheiro e seguiu discretamente pela montanha e encontrou a casa de onde vinha o cheiro das roupas de Ogunté.

Ela então como de costume esperou Ogun ir trabalhar e se pôs a caminho da casa de Obaluayê.

O cão percebeu que seu dono era vítima de infidelidade.
Ele correu até as plantações, encontrou Ogun e disse-lhe tudo.

O fazendeiro Ogun voltou para casa, onde encontrou Ogunté, bateu nela, rasgou suas roupas e a jogou nua na rua, para que todos soubessem que era uma adúltera.

Ogun nunca foi feliz no amor.



Nenhum comentário: