A DISPUTA DE NANÃ E OGUN.


Ogun precisava atravessar um campo que fazia limites com as terras de Nanã. 
terreno era pantanoso e traiçoeiro, mas para Ogun não tinha tempo ruim e ele
decidiu-se a ir por ali mesmo. 

Quando iniciava a jornada, escutou a voz de Nanã que determinava:
- Estas terras tem dono rapaz, peça licença para passar!


Ogun não se curvaria a ninguém e respondeu:
- Ogun não pede nada a ninguém. Ogun toma e não será uma velha que irá me
deter!


Nanã ainda determina mais uma vez que Ogun peça licença e Ogun não a atende, embrenhando-se pântano a dentro. 


Nanã então, ordena ao pântano que tragasse e matasse Ogun, que foi obrigado a usar de toda a sua força para livrar-se e salvar a própria vida.

Ogun teve de recuar, mas bradou!
- Tu és poderosa, vou procurar outro caminho, mas antes vou encher seu pântano de ponta de metal duro e afiado que cortará sua carne se tentar passar por ele também.


Nanã respondeu:
- Tu és forte e valoroso, mas precisa aprender a respeitar a terra dos outros.
Por minhas terras não passarás, garanto!
E a partir desse dia, Nanã aboliu o uso de metais em suas 
terras.

SALUBÁ!!

Nenhum comentário: